quinta-feira, 3 de junho de 2010

Cultura Organizacional em processos de fusões e aquisições - Por Rogério Rosado

O que fazer quando duas empresas com culturas organizacionais diferentes se fundem ou quando uma empresa adquire outra ? O que acontece com suas culturas ? Qual cultura prevalecerá ?
Quando as situações acima descritas ocorrem, é de fundamental importância que seja realizado um "due dilligence" com antecedência para que questões tão importantes como Cultura Organizacional não sejam deixadas de lado. Equipes trabalham e "respiram" imersas em suas culturas e terão seus processos enormemente impactados quando da "chegada" de uma nova cultura por parte dos novos empregados.
Equipes poderão se tornar mais mais ou menos motivadas, conflitos poderão surgir e resultados poderão não ser alcançados se não for realizado também um monitoramento da nova cultura que estará sendo formada.

Em uma situação de fusão ou aquisição, todos os empregados estarão ainda muito desconfiados e apreensivos de como será o futuro da nova empresa e como se darão as relações de trabalho e as relações intrapessoais e interpessoais dos funcionários. E será nessa situação e nesse contexto que os líderes da nova organização terão que trabalhar e gerenciar.

Para transformar os novos grupos formados em equipes de alto desempenho, os líderes terão que disseminar a missão e a visão da nova empresa e buscar incessantemente a cooperação de cada um para a consecução das metas e dos objetivos estratégicos da Organização. O líder terá que estar "junto" e presente na equipe e perceber os talentos e as competências dos seus membros, fazendo com que todos na equipe possam trabalhar em sinergia e distribuindo aos empregados desafios que lhes permitam superar-se. Com isso, a confiança e a motivação de todos estarão cada vez maiores e proporcionarão uma ótima ambiência e um excelente clima organizacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

Carregando...

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Rio de Janeiro, Brazil
Administrador de Empresas, com pós-graduação em Administração Financeira e MBA em Gestão de Pessoas.